Esse CPU Dual Core atual aguenta os jogos? É uma boa? Teste Warzone e outros de 2020!

Um Dual Core seria uma boa opção para jogos e outras tarefas mais pesadas, levando em consideração o custo um pouco mais baixo? Nos da TecnoArt resolvemos trazer para você e colocar na bancada para testes o processador AMD Athlon 200GE que pode ser encontrado com valores relativamente baixos, mesmo com o dólar em alta no momento que escrevemos este artigo (R$ 5,31). Sendo encontrado usado na AliExpress por volta dos R$ 180 ou novo em algumas lojas especializadas ou não como na Kabum por R$ 450 ou no site da gigante Carrefour por R$ 350.

AMD Athlon 200GE

O AMD Athlon 200GE, para socket AM4, lançado em setembro de 2018, tem um clock de 3.2 GHz (ele não é preparado para overclock), possui 2 núcleos e 4 threads, 14 nm, tem um TDP de 35W e conta com placa de vídeo integrada (fizemos os testes com uma placa de vídeo dedicada). Este CPU vem acompanhado por um cooler bem simples que não é recomendado ser reutilizado em processadores mais fortes.

Os nossos testes foram feitos em uma placa mãe de entrada, modelo A320, memória RAM de 16GB (2x8GB), 3000MHz, DDR4, HD de 1TB de armazenamento e a placa de vídeo GTX 1060 de 3GB.

A nossa bancada de testes

Nos testes não gravamos com a placa de captura de vídeo para não consumir recursos do processador, impactando no seu desempenho e preferimos filmar a tela do monitor.

Iniciamos com o recém lançado Valorant (junho de 2020) desenvolvido e publicado pela Riot Games. No primeiro momento colocamos os gráficos no alto, em Full HD e o jogo ficou bem jogável com o FPS em 110 quadros por segundo e o processador teve 60% de uso. Em seguida, colocamos os gráficos com qualidade baixa para ver o desempenho do processador, onde ele acabou tendo um maior uso, mesmo assim o game Valorant ficou bem fluido com FPS entre 80 a 100 quadros por segundo.

Athlon 200GE CPUZ
Especificações do Athlon em testes

O próximo jogo escolhido para os testes foi o clássico GTA V onde usamos os gráficos com as configurações em muito alto, alto e outras opções em normal. O nosso processador ficou com o uso acima dos 90%, mas se saiu muito bem (lembrando que usamos uma boa placa de vídeo), com o FPS ficando entre 70 a 80.

A prova de fogo para o nosso Athlon foi com o jogo Warzone, onde utilizamos os gráficos com a configuração em alta, muito alta e outros detalhes no médio. Entramos em modo treinamento que utiliza um mapa menor e que tem um movimento menor de jogadores. O processador ficou com o uso beirando os 100% (a placa de vídeo também teve um uso elevado) e a memória RAM foi bem solicitada pelo jogo chegando aos 11GB. Neste modo o nosso conjunto ficou no limite de desempenho, tendo até instabilidade no jogo e os FPS ficaram baixos entre 30 a 40 quadros por segundo no seu máximo. Pode se dizer que é jogável, mas para usuários mais exigentes, um processador mais poderoso é recomendado.

GTX 1060
Utilizamos a placa GTX 1060 de 3GB

Já no Fortnite utilizamos os gráficos em qualidade baixa, Full HD e escala de resolução em 100%. Apesar de ficar um pouco instável e com o uso do processador em quase 100% os FPS ficaram entre 80 a 100 quadros.

Para encerrar os testes utilizamos o Forza Horizon 4 e voltamos a forçar nos gráficos (médio/alto), o Athlon teve um uso elevado, gerando uma certa instabilidade novamente. Chegamos a travar o VSync em 60 FPS, mas apesar de ficar jogável o CPU sofreu um pouco.

Apesar de ser um processador bem de entrada e não ter um grande desempenho, pelos seus únicos 2 núcleos não entregando uma grande performance em jogos e não garantindo o uso de aplicativos mais pesados como edição de vídeos, os prós ficam por conta, inicialmente, por ser um processador de baixo custo e pelo seu baixo consumo de energia (processador que se pode chamar de frio), mas a principal vantagem vai para quem quer iniciar na plataforma AM4, pois as placas mães dessa plataforma podem receber desde o simples Athlon 200GE até o poderoso Ryzen 7, por exemplo, dependendo do modelo da placa mãe escolhida: das básicas A320, ou as mais completas B350 e assim por diante.

Linha AMD Atlhon
Comparativo da família Athlon, processadores de entrada

Uma ideia interessante, é usar um processador barato, como o nosso Athlon, e investir um pouco mais em placa mãe e placa de vídeo visando futuras upgrades mais poderosas.

Esse CPU Dual Core atual aguenta os jogos? Confira:

Leave A Reply

Your email address will not be published.